Blitz em Ibiassucê apreende 40 motocicletas, e autoridades desrespeita o CTB e prevaricam.

Após o roubo que limpou o banco brasil, e saqueou as lojas da cidade de Ibiassucê-Ba, cidade distante a 44 KM da vizinha Caetité, com população de 10.062 mil habitantes segundo dados do IBGE 2010. Após ação todos perceberam a frágil segurança do município, o prefeito solicitou reforço do estado, que logo deu apoio e enviou um novo delegado ao município.
Quando foi no dia 15/07 última sexta feira, o novo delegado realizou com apoio da PM uma blitz “pente fino” no município de Ibiassucê, no intuito de retirar de circulação veículos irregulares e suspeitos, em poucas horas foram apreendidas mais de 40 motocicletas, praticamente todos estavam com o licenciamento atrasado, além de muitas serem roubadas e/ou alienadas.
Até aí tudo bem, o delegado mostrando serviço em parceria com a polícia militar, fiscalizando e fazendo valer a lei federal CTB código de trânsito brasileiro no município. Só que o prefeito e vereadores, autoridades designado para criar e executar as leis. Reuniu com autoridades policiais e solicitaram em reunião a liberarão dos veículos irregulares. Alegando que quase todos os veículos do município possuem alguma irregularidade, e com a apreensão, as pessoas que utilizam dessa condução para trabalho bem como o comercio local seria inviabilizado.
Após esta reunião e agindo de bom senso e muita prevaricação, o delegado optou por liberar e permitir que as motocicletas com placa da cidade de Ibiassucê sem nenhuma restrição judicial circulassem mesmo possuindo débitos junto ao DETRAN, desrespeitando o art. 130 do CTB, que diz que todo veículo para transitar nas vias, deverá ser licenciado anualmente.
Amados amigos e leitores deste blog agora eu lhes pergunto para saber o que vocês acham. Como pode a administração e as autoridades gerir o município em cima da ilegalidade passando por cima de todas as leis vigentes em nosso país?
O que podemos esperar das pessoas que foram eleitas via voto popular ou concurso público para fazer valer a lei, e acaba por cometê-la?
Acho correto que toda ação repreensiva deve primeiro ter um trabalho educativo orientando os condutores e pedestres, que o município e toda sociedade perde, primeiro por que veículos e condutores irregulares gera risco de vida a todos que transita nas vias, e segundo em arrecadação, pois todos veículos sem está devidamente licenciado, o município deixa de arrecadar com o IPVA.
Agora aqui provoco o ministério público. Essa cidade tem que se municipalizar, a municipalização não é facultativo e sim obrigatório segundo o art. 8º da lei 9503/97 CTB (código de trânsito brasileiro) igualmente essas autoridades devem ser penalizadas.
Atenção autoridades se não for para cumprir ou exercer sua obrigação, melhor nem inicia-lá, para que depois nossas leis não venham cair ao descrédito da sociedade.
Colaborador p/ matéria blog Ibiassucê

8 comentários:

Anônimo disse...

E EM CAETITÉ, A SITUAÇÃO NÃO É DIFERENTE. CADÊ AS AUTORIDADES E O MINITÉRIO PÚBLICO...

Anônimo disse...

ISSO E UMA VERGONHA...............

Anônimo disse...

É CARO AMIGO!!Não podemos mudar o Mundo>. esse é a frase mais ouvida em todo país, enquanto a poucos politicos interessados em melhor a matança no Trânsito Brasileiro, existe esses para complicar...Onde fica a Expressão "CUMPRIR E FAZER COMPRIR"...esperamos providências!!!!!

Anônimo disse...

Não entendo como um delegado pôde obedecer a ordem do prefeito, afinal ele está a serviço da sociedade e também para fazer cumprir as leis de trânsito brasileiras e não as autoridades políticas. É por isso que esse país não vai pra frente nunca!!! Atuar na contramão das leis é melhor que fazer as leis funcionarem...

DONO DO BLOG disse...

Parabéns pela postagem e nós de Ibiassucê agradecemos o interesse com nosso município.

Anônimo disse...

Entremos em contato com a Ouvidoria do Ministério Público através do telefone: 0800 284 6803 para denunciar este prefeito e vereadores que estão contra a lei

César disse...

Vereador da região é preso com carro roubado.

Segunda, 30 de Abril de 2012


Foi preso quando trafegava pela BR 030, o vereador Joathan Wagner Farias Gomes, do município de Ibiassucê. O vereador conduzia um veiculo Fiat Strada, cor verde, placa policial EGA 4563 - São Paulo, que segundo a policia é produto de roubo. Uma Equipe do Núcleo de Operações Especiais da Bahia, da Polícia Rodoviária Federal, abordou o vereador, que a princípio informou que não estava com a documentação do veículo. Após inspeção foi constatado que se tratava de um veículo com ocorrência de roubo, e que a verdadeira placa do carro é EIX9826. Na ocorrência consta que o Fiat Strada foi roubado na cidade de Campinas-SP, em setembro de 2010. O condutor foi preso em flagrante delito e conduzido para Delegacia de Policia de Guanambi para os procedimentos legais.

Anônimo disse...

Meu Deus!!! Quanta falta de vergonha deste vereador!...
Ibiassucê precisa acordar; as próximas eleiçõe já estar chegando, pense bém em quem votar, para que fatos desagradaveis não mais oconteça.

Postar um comentário