AGENTE DE TRÂNSITO É ASSASSINADO EM PARNAMIRIM


O agente de trânsito de Parnamirim Cidade do Estado do Rio Grande do Norte, Kleidnes Varela, 43, foi morto a tiros na tarde desta sexta-feira (27) perto do cruzamento entre a avenida Abel Cabral e rua Deodato José dos Reis, em Nova Parnamirim.
O crime aconteceu por volta das 16h30 e, segundo informações de policiais do 5º Batalhão da Polícia Militar, a vítima foi atingida por três tiros na cabeça e morreu no local.
O secretário de Trânsito e Transporte de Parnamirim, Antônio Batista Barros, disse que a vítima também trabalhava na unidade do Detran na Central do Cidadão daquela cidade localizada na Região Metropolitana.
Ele revelou que populares relataram ter visto três homens num veículo modelo Celta, cor prata, placa não identificada, chegarem ao local. Um deles desceu do carro, indo em direção ao agente de trânsito. Nesse momento, o homem teria dito "nunca mais" e, em seguida, atirou contra a vítima, que foi atingida três vezes na cabeça.
Informações extra-oficiais dão conta que o motivo do crime seria uma discussão entre o acusado e a vítima por causa de uma multa de trânsito aplicada anteriormente.
De acordo com o agente de trânsito Sérgio Ricardo, que estava com a vítima momentos antes do crime, ele e Kleidnes foram até o local para organizar o trânsito, uma vez que o trecho está interditado por conta de uma obra na via.
Sérgio disse que se afastou um pouco de Kelpson depois que chegaram ao local. Enquanto estava conversando com algumas pessoas, ele ouviu o primeiro disparo e se escondeu.
Policiais do 5º Batalhão foram acionados até o local e fizeram diligências pela região, mas não encontraram nem o veículo nem os suspeitos do crime.
Kleidnes Varela trabalhava há quatro anos como agente de trânsito, era casado e tinha duas filhas. A mulher dele estava num posto de gasolina, próximo ao local da execução. Abalada, ela não não deu nenhuma declaração.
O agente Souza, que também trabalhava no local, disse que viu os dois homens de perfil, mas muito rapidamente. Segundo ele, ambos aparentavam ter mais de 40 anos.
Neste mesmo estado outro agente de trânsito foi baleado com três tiros na cidade de Mosorró.
Casos de agressões e mortes de agente de trânsito estão sendo cada vez mais freqüente no Brasil. Em Olinda-PE, a agente de trânsito de Joseane Oliveira de Santana, foi morta por um PM a tiros. Em Pelotas Rio Grande do Sul, O agente de trânsito Álvaro Guimarães, foi atropelado em serviço, por um veículo em alta velocidade. Em Belém Pará; O agente de trânsito, Raimundo Barroso da Silva, 36 anos morto em serviço por um veiculo de transporte coletivo.  Em São Paulo; O agente de trânsito da CET- Vagner Santos foi morto a tiros por multar um motociclista no ano de 97, e em 2002 o agente também da CET-SP, Lucio fornigone foi atropelando em serviço, intencionalmente,  e morreu na hora.
Está mais do que na hora, de nos mobilizarmos, em todo país para lutarmos por nossos direitos e por mais segurança no trabalho. Salvamos vidas e acabamos por perder a nossa, como diz o grande jornalista Boris Casoy, isso é “inaaaceiiiitávelllll”
Veja mais notícias jornal tribuna do Norte 
2ª versão para morte Jornal tribuna do norte 

5 comentários:

marcio disse...

E as autoridade? O que fazem para reverter esse quadro? Como fora dito na reportagem:Salvamos vidas e acabamos por perder a nossa...Salvamos também a vida deste que aí estão e de seus familiares e nos recompensão com inércia e descaso. Será que é preciso um deles passar por situação igual p'ra que venham tomor uma atitude? Ou devemos , também passar a agir da mesma forma?
Sou Agente de Trânsito aqui em São Luís do Ma e aqui não é diferente não. Aqui nós não somos valorizados pela própria instituição a qual estamos lotados, e assim sendo, quem ou quantos em termos percentuais da população nos dará o devido valor? Infelizmente esse quadro que aí foi mostrado não cessará tão logo se tenha conquistado o que nos é de direito. Infelizmente. Márcio Eurico.

Alexandre Trindade disse...

Lamentável, desconhecia esse ocorrido , sou agente de trânsito da CET SP e tambem tenho um blog de trânsito: http://porquesaopaulopodeparar.blogspot.com , queria pedir autorização do autor do blog para republicar essa matéria em meu blog, de antemão autorizo desde já toda e qualquer publicaçào em seu blog do conteudo lá existente em meu blog menos dos posts com C COPYRIGHT em cor vermelha , e peço que recoloque abaixo meu nome e o post do meu blog .Parabens pelo Blog e pela inciativa, grande abraço, aguardo seu retorno no email porquesaopaulopodeparar@uol.com.br

Anônimo disse...

Nós agentes de trânsito de Goiânia também somos hostilizados pelos infratores contumazes e vítimas da imprensa que só quer vender notícias. São muitos os episódios em que fomos agredidos na via por causa de nosso ofício!

Anônimo disse...

É mesmo lamentável, ver que cada vez mais colegas de farda estão perdendo a vida. Recentemente aqui em Parauapebas-PA, também perdemos um agente vítima a ação de infratores, seria muito bom se o caso também fosse noticiado aqui. ALGO PRECISA SER FEITO!!

FARIAS MARABÁ PÁ disse...

A qui em marabá e regiões no Pará, meus amigos não é diferente na cidade de Parauapebas a 160 km de marabá foi assassinado um companheiro GERALDO e aqui em Marabá tem agressão e ameaça de morte quase todos os dia e as autoridades não fazem nada para proteger a nossa categoria, quando tocam no assunto do porte de ARMA para o agente, os políticos acham um absurdo, agora peço para eles tenta imaginar com e trabalhar em uma cidade que e considerada segunda mais violenta do pais em assassinato de jovem e adolescente. Autoridade olhe para os agente de trânsito com carinho, nos temos família para as sustenta agente quer só trabalhar com segurança. AGENTE FARIAS MARABÁ PÁ

Postar um comentário